NÓS TE LIGAMOS! Informe seu telefone que entraremos em contato o mais rápido possível.

Você já é a 1 pessoa a solicitar uma ligação.

Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?

Você já é a 10 pessoa a solicitar uma ligação.

Deixe sua mensagem! Entraremos em contato o mais rápido possível.

Você já é a 10 pessoa a deixar uma mensagem.

Nos mande um Whatsapp!

O arquipélago que forma Malta – um pequeno país mediterrâneo localizado ao sul da Sicília – tem chamado a atenção dos brasileiros que querem fazer um intercâmbio pela Europa. Isso porque ali se fala inglês (Malta foi colônia britânica de 1800 a 1964), a moeda local é o euro e, o melhor de tudo, os preços são bem mais em conta que outros destinos europeus. Contudo, uma ilha em especial tem se destacado em Malta. Trata-se de Gozo, a segunda maior ilha do arquipélago (atrás apenas da própria Ilha de Malta) e um dos pontos que mais têm ganhado turistas nos últimos tempos.

Embora Gozo tenha apenas 37 mil habitantes – contra os milhões das principais metrópoles brasileiras –, ali há lugares incríveis para se conhecer, uma cultura riquíssima e fascinante e uma vida extremamente vibrante e intensa. Isso pode ser visto em sua História bastante conturbada: habitada desde 5000 antes de Cristo, quando ela foi colonizada por sicilianos, Gozo já foi dominada e invadida pelos otomanos, pelos malteses, pelos franceses e pelos britânicos, até se tornar uma das cinco regiões de Malta, país que só conquistou a independência em 1964. Essa História repleta de altos e baixos deixou marcas em seu pequeno território de apenas 67 km². Há desde um enorme templo pagão dos tempos neolíticos, que é patrimônio da humanidade pela UNESCO, até cidadelas medievais com igrejas, ruínas e fortalezas de pedra. Seu povo, em compensação, nunca perdeu a alegria e cultivou uma cultura deliciosa, onde há pratos cheios de aromas e sabor, lindos rituais religiosos, um espírito comunitário único e uma simplicidade que encanta até os mais urbanos.

Por isso, Gozo é capaz de transformar qualquer intercambista. Mais do que uma viagem, um intercâmbio precisa ser um diálogo de culturas e, em Gozo, uma ilha completamente diferente do “jovem” Brasil, isso significa mergulhar na tradição e na eternidade de um dos mais belos locais do Mediterrâneo.

 Guia básico

Localização: Malta.

Clima: Mediterrâneo.

População: 37 mil habitantes.

Idioma: Inglês e maltês.

Fuso horário: 4 horas a mais que o horário de Brasília.

 

 

 Arrumando as malas

Custos de vida

GASTOS COM:                                                                                      VALOR UNITÁRIO

Acomodação (albergues e hotéis)                                                    € 27.90 a € 59.85

Alimentação                                                                                         € 15.00 a € 40.00

Transportes (**passe mensal)                                                          € 28.20 a € 69.60

TOTAL                                                                                                    € 71.10 a € 169.45

* Consulte a cotação diária das moedas locais com a Mundial.

 

 

 Pontos turísticos

Ġgantija: A Europa é um dos continentes com mais História em todo o mundo. E, em Malta, isso pode ser comprovado com esse gigantesco templo megalítico, que é o segundo templo religioso mais antigo do mundo. São 5500 anos de existência, o que torna esse conjunto de pedra um local perfeito para amantes de arqueologia e antropologia.

Cidadela de Victoria: A Iċ-Ċittadella, como esse local é conhecido em maltês, é o centro histórico da capital e maior cidade da ilha de Gozo, Victoria. Considerada patrimônio da humanidade pela UNESCO, essa região tem muros, igrejas, templos e fortalezas que remontam do século XV e XVI, sendo um prato cheio para quem adora a arquitetura medieval do Mediterrâneo.

Azure Window: Você curte Game of Thrones? Então muito provavelmente já deve ter visto esse arco natural em um episódio. Afinal de contas, é um dos lugares mais bonitos do Mediterrâneo: trata-se de uma formação geológica em calcário, que abraça o mar azul da Ilha de Gozo. O local é um ponto bastante popular entre mergulhadores, que nadam entre os peixes típicos da região.

 

 

 Compras e shoppings

The Duke: Republic Street, Victoria – Gozo. Pensar em compras em Gozo é pensar imediatamente no The Duke. Esse shopping de luxo, situado bem no coração da capital da ilha, Victoria, oferece as melhores opções de moda, acessórios, beleza e decoração, tudo num ambiente confortável e requintado instalado um prédio histórico da região.

Gozo Glass: 26/7 Ta’ Dbiegi Crafts Village, Gharb – Gozo. Essa loja é perfeita para os turistas que querem conhecer a arte típica de Gozo. Situada num mercado de artesanato de Gharb, um vilarejo do oeste da ilha, ela oferece vasos, cálices e acessórios de decoração de vidro feitos manualmente por artesãos locais, cujo processo pode ser conferido ali mesmo pelos turistas.

Bejta Artisan at The Ta’ Nikol Gallery: 43 Triq Mons. Guzepppi Farrugia, Victoria – Gozo. Ela parece outra loja de artesanato, porém essa impressão logo se dissolve quando você confere os produtos. Repletos de valor artístico, eles não são meros suvenires. Há bolsinhas de crochê, enfeites de porta, bules e até mesmo crucifixos diferentões para quem quer sair da mesmice.

 

 

 Restaurantes e bares

Ta’ Tona: Situado em Mgarr, uma cidadezinha do leste de Gozo, esse restaurante é ideal para quem quer uma autêntica experiência maltesa. Em um ambiente que lembra uma casa medieval de pedra, a casa serve peixes, frutos do mar e outras delícias (como a exótica salsicha, servida crua) de forma descontraída e despojada, sem frescura.

Maldonado Bistro: Em Victoria, não há lugar mais aconchegante que esse escondidinho bistrô. Afinal, ali, em um ambiente rústico e bastante maltês, o chef e sua equipe preparam refeições cosmopolitas, que utilizam ingredientes locais e flertam com a culinária internacional.

Maxokk: É praticamente uma instituição gastronômica de Gozo. Essa padaria, localizada no vilarejo de Nadur, atrai turistas do mundo todo com suas legítimas ftiras, um pão achatado que não leva fermento e por isso não cresce. As ftiras do Maxokk são servidas como pizza, vindo com vários ingredientes por cima da massa.

 

 

 Casas de shows

Teatru Astra: Não há nada mais europeu que visitar uma casa de ópera. E o Teatru Astra é uma das mais importantes instituições de Gozo. Situado em Victoria, ele recebe óperas, shows e peças de teatro, além de sediar anualmente o Festival Mediterranea, que celebra a cultura em Gozo.

Teatru tal-Opra Aurora: A mais importante casa de ópera da ilha, o Teatru tal-Opra Aurora, situado em Victoria, é focado em espetáculos líricos de alta qualidade. Produções francesas, italianas e alemãs geralmente compõem a agenda, que é uma das mais importantes de Malta.

La Grotta: A maior casa noturna de Gozo, a La Grotta fica no vilarejo de Xlendi, no sul da ilha. Ali o foco é uma noite regada a muita dança e diversão, bem ao estilo das ilhas mediterrâneas. São no total três bares e uma área ao ar livre com uma enorme pista de dança, de onde se pode ver as falésias de Xlendi.

FAQ


  • Devo fazer o visto de turista ou de estudante (Canadá, Austrália, Inglaterra, Irlanda, Estados Unidos) através de um despachante ?

    Cada país tem um procedimento diferente. Dependendo do motivo da viagem ou do país, não precisa de visto. O despachante irá orientá-lo sobre isso. A Mundial Intercâmbio atua como despachante para diversos vistos. É sempre recomendável usar um despachante, mas sempre há a possibilidade de solicitar o visto diretamente no consulado ou embaixada em questão.

  • Quando o visto de estudante é necessário ?

    Cada país tem uma regra. Entre em contato conosco e peça informações detalhadas. As exigências que cada país faz para o visto são diferentes e podem ser fundamentais para a sua escolha. Não analise o visto superficialmente. Procure saber tudo em detalhes.

  • Qual agência de intercâmbios escolher ?

    As 4 principais dicas são: – Agência membro Belta (única associação no Brasil das agências de intercâmbio e cursos no exterior); – Agência que passar confiabilidade ressaltando os prós e contras de cada opção. Desconfie de agências de intercâmbio que falam que tudo é bom e perfeito; – Evite agências que não fazem o serviço […]

Saiba Mais

Ficou com dúvidas

Whatsapp Entre em contato

Olá! Gostaria de receber uma ligação gratuita?

Nos mande um Whatsapp!